O Brasil derrotou nesta sexta-feira a Costa Rica por 2 a 0 no Estádio São Petersburgo pela segunda rodada do Grupo E da Copa do Mundo da Rússia de 2018. Depois de um primeiro tempo fraco o cenário mudou na etapa final principalmente com a entrada de Douglas Costa e começou a empilhar chances de gols. O selecionado canarinho parou nas mãos do goleiro Navas ou na imperícia dos atacantes brasileiros. Outro destaque para Phillipe Coutinho que mais uma vez fez uma boa atuação.

Os gols foram feitos por Coutinho e Neymar. Na tabela o Brasil depende do resultado entre Sérvia e Suíça que ocorre hoje à tarde para saber se mantém a liderança da chave.

Na próxima rodada o Brasil enfrenta no dia 27, quarta, a Sérvia, às 15h, no Spartak. No mesmo dia e horário a Costa Rica pega a Suíça no Nizhny Novgorod.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Jogo- Com 02 minutos, Philippe Coutinho recebeu na entrada da área e arriscou de média distância. A bola passou sobre a meta de Navas, com algum perigo. O Brasil tem mais posse de bola e tomou iniciativa da partida. Enquanto a Costa Rica fechou com duas linhas de quatro e especulou jogadas de contra-ataque. Por pouco o selecionado da Costa Rica não abriu o placar aos 12 quando nas costas de Marcelo, Celso Borges recebeu com muita liberdade na área brasileira. Ele chutou cruzado e mandou para fora com muito perigo.

O time canarinho precisa ter mais cuidado com as jogadas de contra-ataque principalmente as costas de Marcelo. Além disso o Brasil tem bastante dificuldade de furar o bloqueio defensivo. Aos 26, Coutinho lançou grande bola na área para Neymar. Ele não dominou bem e permitiu que Navas chegue antes para afastar o perigo. Três minutos depois, meia arriscou de fora da área, do mesmo lugar do gol contra a Suíça, mas dessa vez mandou para fora.

Após os 20 minutos o Brasil conseguiu impor mais intensidade na partida, mas sem nenhuma objetividade no ataque. Já a Costa Rica seguiu na mesma estratégia e procurando jogar no contra-ataque.

Para mudar o cenário da partida o técnico Tite sacou William e entrou Douglas Costa. Aos 02, em ataque brasileiro na área adversária, defesa recuou na fogueira, e Navas tirou de qualquer jeito. O rebote ficou com Fagner, que cruzou grande bola para Neymar, e a zaga salvou na pequena área. No minuto seguinte, Jesus acertou o travessão. O rebote ficou com Paulinho, que rolou para Coutinho chutar com muito espaço na área adversária. A defesa cortou como pode.

No início da etapa complementar uma blitz total dos brasileiros que quase abriram o placar. O técnico Oscar Ramirez também fez uma mudança com a entrada de Bolaños para a saída de Ureña. Aos 10, Paulinho avançou bem pela direita, rolou para o meio, e Neymar finalizou sozinho. Navas faz grande defesa e impediu o primeiro gol do Brasil. Aos 12, No toque de bola, Douglas Costa recebeu na direita, rolou para Paulinho, que escorou para Coutinho. Ele chutou, e Navas faz grande defesa. Aos 18, Neymar chutou mal de esquerda de fora da área, mas goleiro da Costa Rica, inseguro, dá rebote.

O técnico Tite realizou uma mudança ousada colocou Firmino e retirou o volante Paulinho. Aos 24, Neymar cobrou escanteio, e Casemiro mandou sozinho de cabeça. A bola vai no meio do gol, e Navas defendeu. Aos 26, o Brasil saiu em contra-ataque e aproveitou erro da zaga da Costa Rica, Neymar pegou a bola e desperdiçou ótima chance. Aos 29, mudança na Costa Rica. Saiu Gamboa para a entrada de Calvo. Aos 32, Neymar é derrubado na área e inicialmente na área. O árbitro num primeiro momento marcou pênalti, mas ao consultar o VAR voltou atrás. Aos 37, mudança na Costa Rica. Saiu Guzmán para a entrada de Tejeda. Aos 41, Casemiro arriscou agora de fora da área, e Navas defendeu.

Depois de tanto martelar o Brasil finalmente chegou o gol. Aos 45, Philippe Coutinho é o cara. Na base do abafa, Marcelo cruzou, Firmino cruzou, Jesus errou o domínio, e camisa 11 apareceu de bico para mandar para o fundo das redes. A bola passou por baixo das pernas de Navas. Aos 47, mudança no Brasil. Saiu Gabriel Jesus para a entrada de Fernandinho. Aos 48, Firmino tabelou com Coutinho e saiu na cara da área. O chute não saiu bom e vai para fora. Ainda nos acréscimos, aos 51, defesa da Costa Rica saiu jogando errado, Casemiro puxou contra-ataque e rolou para Douglas Costa sozinho. Ele só rolar para Neymar mandar para o fundo das redes.