O Grêmio venceu neste domingo o Vitória por 4 a 0 na Arena pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mais uma vez usando reservas, o Tricolor Gaúcho não tomou conhecimento dos baianos e se impôs com facilidade em seus domínios. Os gols foram marcados por Douglas, Jaílson, Pepê e Everton.

Com o resultado, o Grêmio pulou para o terceiro lugar com 33 pontos. E o Vitória caiu para 16º lugar com 19 pontos.

Agora o Grêmio dá uma pausa no Brasileirão e volta as suas atenções no jogo de quarta contra o Flamengo, às 21h45, no Maracanã, pela quartas de final da Copa do Brasil. Na próxima rodada da Série A o Grêmio visita o Corinthians no sábado, às 19h, na Arena Itaquera.  No domingo o Vitória recebe o Palmeiras, às 16h, no Barradão.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Jogo

Com 01 minuto, Marinho chutou de fora da área e Ronaldo defendeu. Grêmio ameaçou a meta do Vitória logo no primeiro lance do jogo. Um minuto depois mais uma vez o Tricolor chegou através de Pepê faz jogada pela esquerda e cruzou rasteiro. Ronaldo saiu do gol e evitou finalização de Jael, que já se posicionava para empurrar a bola para o fundo das redes.

Desde do começo da partida a iniciativa ficou toda com o clube gaúcho e de forma merecida chegou ao tento. Aos 11, Douglas recebeu cruzamento na pequena área e cabeceou em cima de Ronaldo. No rebote, ele finalizou por baixo e abriu o placar. Enquanto isso o time baiano ficou recuado especulando jogadas de contra-ataque. Aos 14, Yago cobrou falta na área e Kanu cabeceou entre os defensores do Grêmio. Paulo Victor faz a defesa. Aos 20, Douglas roubou a bola no campo de ataque e passou nas costas de Jailson, que conseguiu se recuperar, girar o corpo e acertar um chute no canto da meta defendida por Ronaldo.

Logo cedo o Tricolor Gaúcho está construindo um triunfo com facilidade diante dos baianos. Aos 26, Douglas cobrou falta pela direita e bola vai direto no gol. Ronaldo faz a defesa. O Vitória não ameaçou a meta do goleiro Ronaldo. Aos 30, Yago cobrou falta com estilo, e bola passou tirando tinta da trave. Paulo Victor pulou e acompanhou a bola sair pela linha de fundo. Aos 46, Marinho faz ótimo passe para Leonardo, que ficou livre de marcação na grande área e finalizou por cima do gol.

A etapa inicial os reservas gremistas não deram chance para o azar e definiram logo de cara o placar. Com vantagem, o Grêmio tratou de administrar a vantagem e deixar o tempo passar até o final do primeiro tempo.

Os baianos chegaram logo no primeiro minuto do segundo tempo numa jogada que Bou tabelou com Neilton, invadiu a área e chutou no canto. Paulo Victor faz a defesa. Aos 06, Jael bateu no canto do goleiro e a bola passou perto da meta defendida por Ronaldo. Chute perigoso do atacante gremista. Aos 09, Matheus Henrique cobrou falta com estilo e bola passou perigosamente ao lado da meta de Ronaldo. O goleiro do Vitória sequer foi no lance.

Sem dificuldade, os suplentes gremistas não tomam conhecimento do Vitória. Aos 12, Pepê recebeu passe de Marinho, chama Meli para dançou e bateu com efeito. Bola desviou na defesa do Vitória e saiu do alcance de Ronaldo. Aos 16, mudança no Grêmio. Saiu Matheus Henrique para a entrada de Maicon. Aos 17, mudança no Vitória. Saiu Ramon para a entrada de Erick. Aos 25, mudança no Grêmio. Saiu Marinho para a entrada de Alisson. Aos 29, mudança no Vitória. Saiu Rodrigo Andrade para a entrada de Lucas Fernandes. Aos 30, mudança no Grêmio. Saiu Pepê para a entrada de Everton.

Demorou mas finalmente o Vitória, aos 32, construiu uma boa jogada obrigando o goleiro Paulo Victor a trabalhar. Depois de um bom passe de Neílton que encontrou Bryan que disparou um torpedo, mas o arqueiro gremista mostrou agilidade na defesa. Aos 36, Everton puxa contra-ataque e passou para Jael. Atacante chutou forte e Ronaldo dá rebote na pequena área. Everton dominou sem marcação e estufou as redes. Aos 38, mudança no Vitória. Saiu Walter Bou para a entrada de Wallyson. Aos 46, Grêmio chegou com perigo pela direita e bola sobrou para Alisson. Meia chutou forte e Ronaldo espalmou.

Foi com naturalidade que o Grêmio manteve o domínio na etapa final e ainda ampliou o placar. Já o Vitória mostrou ser forte candidato a brigar para escapar do rebaixamento até a última rodada.