Depois de recusar ida para o Peñarol, meia vai atuar no time de transição do Grêmio

O meia Maxi Rodriguez, de 26 anos, recebeu várias propostas nos últimos meses para deixar o Grêmio, porém recusou. Como não será aproveitado pelo técnico Renato Portaluppi, o meio-campista seria envolvido num troca-troca com o seu próprio irmão, Gáston Rodriguez, que atua no Peñarol. Assim ele parou no time de transição que disputa a Segunda Divisão do Estadual.

O último clube que Maxi foi oferecido acabou sendo o Avaí. A equipe catarinense pediu o uruguaio para liberar o lateral-esquerdo Lucas Lovat, de 20 anos, que viria por um novo empréstimo. Mas o jogador agradeceu o interesse e preferiu permanecer em Porto Alegre.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *