O Internacional venceu nesta quarta o Princesa de Solimões por 2 a 0 no Estádio Olímpico de Cascavel e garantiu classificação a próxima fase da Copa do Brasil de 2017. Com um desempenho que tecnicamente deixou a desejar, o Colorado encontrou dificuldades se impor na partida. Na etapa inicial o time do Amazonas teve uma penalidade em seu favor que não foi marcada. Os gols foram marcados por Valdívia e Brenner. Por outro lado os vermelhos quebraram um tabu de oito meses sem vencer jogos fora de casa.

Com o resultado, o Internacional enfrenta na próxima o Oeste-SP em jogo único que acontecerá no dia 01 de março no Estádio Beira-Rio. Em caso de empate a decisão da vaga será nas penalidades. Pelo Gauchão o Colorado volta a campo no domingo onde enfrenta o Passo Fundo,às 17h, no Vermelhão da Serra.

Foto: Inter

Foto: Inter

O Jogo:

Primeiro Tempo:

Com 05 minutos, depois de jogada de Marinelson, a bola sobrou para Weverton que chutou forte, mas Danilo Fernandes encaixou. Aos 10, Alemão avançou pelo meio, arrumou e arriscou. Mas a bola vai por cima. Aos 13, Uendel cobrou falta e Carlinhos, sozinho, cabeceou no chão, nas mãos do goleiro Rasci.

O Colorado tem superioridade na partida, porém falta penetração na defesa do time do Amazonas. Já o Princesa de Solimões jogou no erro do Inter. Aos 27, Carlinhos cruzou para D’Alessandro, que não alcançou. A bola sobrou para Diego, mas chutou para fora. Aos 36, Após bola sobrar na área, Diego chegou em velocidade e chutou forte. Mas a bola passou à esquerda de Rasci. Aos 34, Marinelson foi derrubado por Carlos na área, mas o árbitro mandou seguir.Aos 36, Diego arriscou de fora da área e a bola passou raspando a trave adversária. Aos 39, Carlos chutou a bola na área, mas o goleiro do Princesa tirou com os pés antes de Carlos. Aos 41, após escanteio, Paulão subiu mais que todos e cabeceou firme e a bola passou bem perto do gol. Aos 42, Bola é cruzada na área e, de bicicleta, Carlos tentou o gol. Mas a bola vai pra fora. Aos 43, Diego chegou pela direita e cruzou para Carlos, que se atrapalhou e ficou com o goleiro Rascifran.

No primeiro tempo o Internacional fez uma partida apenas razoável e precisa melhorar mais na etapa final.Enquanto o Princesa de Solimões apostou nas jogadas de contra-ataque.

Segundo Tempo:

O Internacional voltou com mais disposição nessa etapa final. Aos 06, Valdívia cobrou escanteio e Ernando subiu bem, mas a bola vai à esquerda do gol do Princesa. Aos 07, Marinelson recebeu na área, tentou tirar a zaga, mas é desarmado. Aos 08, Toró invadiu a área e cruzou. O goleiro Danilo Fernandes ficou no vácuo e Uendel tirou de cabeça. Aos 09, Valdívia acertou belo cruzamento, mas Carlos cabeceou à esquerda de Rascifran e desperdiçou o gol. Aos 10, após cruzamento de Carlinhos, é dividida pelo Charles, e Rodrigo Dourado cabeceou no chão e desperdiçou. Aos 11, Carlos recebeu de D’Alessandro e finalizou, mas a bola vai fraca para o goleiro Rasci. Aos 12, Valdívia faz boa jogada, deixou zagueiro e goleiro no chão e chutou por cima do gol.

A equipe vermelha levou pressão do Princesa de Solimões que atacou. Aos 15, D’Alessandro dá lindo passe para Valdívia, que dominou na entrada da grande área e não perdoou. Agora Princesa de Solimões-0 Internacional-1.

Tem que ficar registrado que no primeiro tempo o time do Amazonas foi prejudicado pela arbitragem que não apitou uma penalidade em seu favor. Apesar da vitória, o Colorado não apresentou um bom rendimento de futebol. Aos 23, D’Alessandro faz jogada com Valdívia e Carlos, e chutou cruzado. A bola vai fraca pela linha de fundo. Aos 29, Weverton recebeu na entrada da área e arriscou. A bola vai longe. Aos 32, Valdívia recebeu na entrada da grande área, arrumou e chutou. Mas pegou mal e a bola vai longe do gol. Aos 35, D’Alessandro cruzou na medida, atacante arrumou no peito e chutou certeiro, sem chances para Rasci. Agora Princesa de Solimões-0 Internacional-2. Aos 38, Alemão recebeu na direita de Valdívia e cruzou. A bola é  um pouco alta e Brenner cabeceou e a bola vai para fora.

Após fazer o segundo gol, o Internacional procurou administrar o resultado e poderia ter ampliado. Aos 49, D’Alessandro cobrou falta e vai no travessão.